PASSO A PASSO | Repintura automotiva

1 - Identificar a cor do carro - Se você está procurando para retocar a pintura do seu carro, você precisa descobrir qual o tipo de tinta que é, e exatamente o nome da cor. Felizmente, a maioria dos veículos tem um adesivo que apresenta detalhes importantes do fabricante, incluindo o código alfanumérico que especifica a cor da pintura.





2 - Em seguida, encontre a fórmula no sistema de computador, que vai mostrar a quantidade exata de cada pigmento para a composição da cor. 


Faça a homogeneização e a diluição da tinta conforme as orientações do fabricante. Aplique a tinta formulada em uma chapa e ajustar caso necessário. 


Esse ajuste deve ser feito sempre que possível à luz do sol, ou com o auxílio de uma luz própria para essa finalidade de acordo com as recomendações do fabricante. Vale lembrar que, mesmo com o ajuste de tonalidade, é necessário fazer o alongamento nas peças vizinhas. 


3 - Com o carro já desengraxado, faça o mascaramento e limpe com pano pega-pó para diminuir o retrabalho de polimento. 


4 - – Para fazer uma pintura de acabamento com qualidade, use uma pistola de pintura com bico 1.3/1.4, com boa regulagem de leque e vazão de tinta. 


Pintura: Como qualquer superfície que precisa ser pintada, convém ser preparada adequadamente para obter um bom resultado final. Vale lembrar que a pintura automotiva é um serviço trabalhoso que requer um bom nível de paciência e não pode ter de forma alguma pressa, pois o material tem tempo de secagem e esse tem que ser obedecido.

Lixas: Quanto maior o número mais fino é o grão, sendo usado 120 para lixar massa plástica, 300 para finalizar a massa, 600 para lixar o fundo nivelador e 1200 para lixar o verniz antes do polimento.

Antes da pintura convém proteger as áreas que não serão trabalhadas cobrindo com mascaramento e fitas.

Para cobrir riscos é importante lixar bem a superfície e aplicar fundo nivelador e lixar até ficar com uma superfície perfeitamente lisa.

Esse processo pode ser repetido diversas vezes até obter um perfeito resultado. Como o fundo nivelador é um produto relativamente macio e fácil de ser lixado, pode ser feito esse processo de pintura e lixamento várias vezes.


Após o preparo com o fundo nivelador, passe um jato de ar e um pano seco e limpo na superfície a ser pintada. Aplique a tinta em camadas bem finas. Nesse momento começam a aparecer as imperfeições do serviço de acabamento feito anteriormente, se o camarada tiver pressa na preparação o serviço começa a se mostrar porco. Se aplicar muita tinta ela poderá escorrer, mas não se apavore pois se esperar secar bem ela nivelará conforme a evaporação do solvente. Até aí tem solução. para uma perfeita pintura, são necessárias cerca de 3 a 4 demãos de tinta. O bom é que a secagem da tinta é rápida, então em intervalos de cerca de 5 minutos são aplicadas as demãos até ter uma perfeita cobertura da peça a ser pintada.

Tinta:

Esmalte PU: Precisa ser diluída com solvente e utiliza catalizador para acelerar a secagem. O uso de verniz é opcional. Precisa ser polido após aplicação.

Esmalte Duco: Atualmente é pouco usado, pois está sendo substituído pelo esmalte PU, e o uso do verniz também é opcional. Precisa ser polido após aplicação e tem que ser diluído com solvente.

Esmalte Poliéster: É o tipo de tinta mais comum, sendo base para tons metálicos e perolizados, e necessitam obrigatoriamente do verniz. Já vem pronto para aplicação. Para ter uma idéia de rendimento, um parachoque dianteiro de Corsa leva cerca de 150ml de esmalte poliéster para chegar a uma boa cobertura. A porta traseira do Mille das fotos recebeu cerca de 100 ml de esmalte para as 3 demãos bem generosas.


Verniz

Finalmente chega a hora da verdade. O serviço ficará à contento ou ficará ruim? É agora que tudo aparece e finaliza. O verniz é a proteção química e mecânica da tinta. É um material relativamente duro, trabalhoso de ser lixado e deve ser aplicado com cuidado pois escorre muito fácil.

Após ser aplicado dará aparência de um espelho. O verniz deve dar reflexo é sinal de uma boa aplicação, caso falte não vai da esse reflexo, sinal que faltou verniz, e se ficar liso demais irá escorrer caso insista em colocar mais material.

Sugiro que experimente aplicar verniz primeiramente em algum material até "acertar a mão". O verniz tem que ser aplicado a uma distância maior da peça, 30cm de distância. Se escorrer não tente corrigir, espere secar e mete lixa que tem solução.

Obs1: Quando for aplicar verniz, cubra todo o veículo e faça isso afastado de outros veículos, pois ele pega em tudo. Como o verniz leva cerca de 15 minutos para secar no ponto de toque, o que ficar no ar irá pegar em tudo ao redor. para limpar depois será um verdadeiro inferno, então cubra tudo ao redor.

Obs2: Cuidado com poeira no ambiente, até secar, tido que estiver em suspensão no ar será atraído para o verniz, assim como todas as moscas e insetos voadores irão experimentar um pouso fatal no verniz recém aplicado. Feche os olhos para não ver e se irritar com a situação.

Obs3: Sempre que carregar a pistola, pulverize um pouco fora da peça pois o verniz colocado primeiro na pistola vai entrar até a agulha e não se misturará no catalisador, salvo se a mistura for feita fora da pistola. Se aplicar o verniz sem o catalizador esse ficará manchado e vai levar horas até secar.

Vernizes: Cristal: É o tipo de verniz mais barato e simples do mercado, vem pronto para ser aplicado e demora um pouco mais para secar. Dura menos que o verniz bi-componente.

Bi-componente: Precisa ser misturado a um catalisador para apurar sua secagem. Aguentam mais e custam pouca coisa mais caro. Só uso esse.


Polimento

Em fim chegou a etapa final do serviço. Em carros claros, se o ambiente não tiver poeiras, o polimento poderá ser até dispensados, mas em cores mais escuras ou se tiver pegado poeira, o polimento será inevitável.

O polimento só pode ser feito após 24hs de secagem da peças. Com a evolução que temos hoje, vernizes FAST, UV e outros conferir orientação dos fabricantes...

O polimento é um evento trabalhoso, mas necessário. Em cores escuras, o polimento dará uma escurecida no tom e ficará bem próximo ou igual ao original. Use lixa 1200 para quebrar todo o brilho e nivelar o verniz até sumir qualquer pontinho brilhoso. Quanto melhor for o lixamento, mais nivelado ficará o polimento. Cuide para não lixar as quinas ou cantos vivos, pois irá "furar" o verniz e estragar todo o serviço.

O polimento pode ser feito com massa de polir nro 2. Esse segmento hoje temos no mercado uma serie de produtos para tal.


Lixas para polimento são lixas muito finas (1200, 1500, 2000, 2500,3000) , que tem a função de remover riscos mais fundos (riscos que não furaram o verniz, atingindo a tinta, onde neste caso seria necessário utilizar o Tira Risco), remover a camada desbotada da tinta e nivelar a superfície.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Av. Doutor Belminio Correia, 2100 A -  Capibaribe - São Lourenço da Mata/PE - CEP: 54.705-000 

LIGUE: (81) 3525-3814 OU

(81) 9 9958-9455 (81) 9 9990-6844 (81)9 8852-4151